Com a isenção total de tributos na importação de máquinas e equipamentos, os investimentos cresceriam significativamente a ponto de elevar o PIB?

 SIM
 NÃO

 
 

Aumento das exportações com maior valor agregado mostra fôlego curto

08/06/2017

As exportações de produtos manufaturados cresceram 10% entre janeiro e maio deste ano, na comparação com igual período de 2016, e chegaram a US$ 30,915 bilhões. Entretanto, especialistas consultados pelo DCI acreditam que esse aumento terá vida curta.

"Uma reversão nessa trajetória pode acontecer no segundo semestre", indica José Augusto de Castro, presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB). Isso porque o fim das desonerações da folha de pagamento, em julho, deve intensificar os problemas encarados pela indústria no País, explica ele.

Os dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic) mostram que os embarques de manufaturados já registraram leve recuo, de 1,2%, no mês de maio, em confronto com igual período de 2016. "Isso mostra a fragilidade dessas exportações", comenta Castro, conforme noticiado pelo jornal DCI.

Fonte:Diário do Comércio e Indústria - DCI


Voltar


BRASIL




GERAIS




adm  ABRACEX - Associação de Comércio Exterior do Brasil - Todos os direitos reservados - ©2017