Com a isenção total de tributos na importação de máquinas e equipamentos, os investimentos cresceriam significativamente a ponto de elevar o PIB?

 SIM
 NÃO

 
 

Godinho: jogos olímpicos são oportunidade para exportadores

25/07/2016

O secretário de Comércio Exterior do MDIC, Daniel Godinho, participou nesta segunda-feira, no Rio de Janeiro, do lançamento do showroom do projeto Chama Empreendedora, espaço de promoção de empresas com potencial exportador de produtos, durante as Olimpíadas. Ao todo, serão 140 participantes.

“Os Jogos Olímpicos Rio 2016 oferecem uma oportunidade única para os exportadores brasileiros. A expectativa de receber milhares de jornalistas, atletas, além de delegações e turistas estrangeiros, nos mostra que esse grande evento esportivo pode gerar, também, ótimos negócios para nossas empresas”, disse o secretário.

Outra ação do MDIC dentro do projeto Chama Empreendedora é a distribuição de um catálogo em português e inglês a representantes de 32 países identificados pelo MDIC como mercados prioritários para as exportações do Brasil. Também será utilizado o site “Vitrine do Exportador”, do MDIC, que reúne mais de 23 mil usuários.

O projeto Chama Empreendedora, idealizado pela Associação Comercial do RJ (ACRio), é apoiado pelo MDIC pelo potencial de promover as empresas brasileiras neste momento em que o Brasil estará em destaque. A proposta é colocar em evidência os produtos das cidades e regiões por onde passou a tocha olímpica.

Plano Nacional da Cultura Exportadora

Após o lançamento do showroom, o secretário participou de um almoço com empresários do RJ, onde informou que o MDIC também apoiou os seminários do projeto realizados em todas as regiões do Brasil. Um dos objetivos do Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE) é identificar, em todo o Brasil, empresas com potencial e trazê-las para a atividade exportadora. São estas que estão nos catálogos e no showroom da Chama Empreendedora.

Godinho destacou que empresas de 16 capitais (Fortaleza, Manaus, Salvador, Goiânia, Recife, Curitiba, Florianópolis, Belo Horizonte, Belém, Vitória, São Paulo, Maceió, Cuiabá, Brasília, Porto Alegre e Rio de Janeiro) puderam se informar sobre as vantagens de participar do PNCE. "Até julho deste ano, já ocorreram 13 lançamentos oficiais do PNCE em estados brasileiros e nossa meta é alcançar todas as unidades da Federação até o final do ano”, explica.

No catálogo físico, estarão presentes 240 empresas dos setores de alimentos; bebidas; decoração, móveis e artesanato; equipamentos e tecnologia; joias, semijoias e bijuterias; cosméticos e farmacêuticos; médico laboratorial; vestuário e acessórios; entre outros. O material de divulgação contempla todas as regiões do país e de 24 estados.

Durante o almoço, o Coordenador Geral de Programa de Apoio à Exportação do MDIC, Eduardo Weaver, explicou que o levantamento das empresas que participaram da seleção para compor os catálogos e o showroom contou com o apoio das instituições parceiras nacionais e estaduais do PNCE, sobretudo dos comitês estaduais do plano.

"A cooperação entre MDIC e os parceiros é fundamental para o sucesso tanto do PNCE quanto da Chama Empreendedora. No caso do PNCE, para conseguirmos atingir o objetivo de aumentar a base exportadora brasileira, notamos ser imprescindível o trabalho em consonância com os estados”, avaliou Weaver. “Assim, teremos um comitê gestor em cada estado brasileiro para o planejamento, execução e monitoramento do PNCE", conclui.

O presidente da ACRio, Paulo Protasio, destacou, durante o lançamento, que o Chama Empreendedora tem como objetivo ampliar oportunidades e negócios. Além da Associação e do MDIC, participam do projeto Chama Empreendedora a Confederação das Associações Comerciais do Brasil (CACB), Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), Correios e Sebrae.



Voltar


BRASIL




GERAIS




adm  ABRACEX - Associação de Comércio Exterior do Brasil - Todos os direitos reservados - ©2017