Com a isenção total de tributos na importação de máquinas e equipamentos, os investimentos cresceriam significativamente a ponto de elevar o PIB?

 SIM
 NÃO

 
 

Armando Monteiro negocia redução de barreiras não tarifárias com os Estados Unidos

31/03/2016

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, se reuniu nesta quinta-feira, em Washington, com a secretária de Comércio dos EUA, Penny Pritzker, para discutir a ampliação de medidas de convergência regulatória, harmonização de normas e facilitação de comércio, bem como a redução de barreiras não tarifárias para facilitar o acesso dos produtos brasileiros ao mercado norte-americano.

A secretária Penny Pritzker ressaltou os avanços obtidos em pouco mais de um ano, período em que se reuniu três vezes com o ministro Armando Monteiro: “Tenho muito orgulho pela relação sólida que consolidamos entre nossos ministérios. Avançamos muito em toda a agenda que nos propusemos a trabalhar: convergência regulatória, facilitação de comércio, patentes e inovação”.

Além do encontro com Pritzker, Monteiro participou de reunião da Comissão Conjunta sobre Relações Econômico-Comerciais, mecanismo de diálogo bilateral entre o U.S. Trade Representative (USTR), o MDIC e o Ministério das Relações Exteriores (MRE), no âmbito do Tratado de Cooperação Econômica e Comercial (ATEC).

Foi a primeira reunião da ATEC realizada em nível ministerial e que reuniu as mais altas autoridades encarregadas de comércio tanto dos EUA, o representante de Comércio Michael Froman, como do Brasil, o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, e o ministro Armando Monteiro. A reunião atendeu ao compromisso selado pelo presidente Barack Obama e pela presidenta Dilma Rousseff no sentido de incrementar esforços para expandir o comércio e os investimentos entre Brasil e EUA.

Durante a reunião, os ministros mantiveram discussões aprofundadas sobre as respectivas abordagens do Brasil e dos EUA em matéria de negociações de comércio e investimentos, o que propiciou uma valiosa oportunidade para trocar informações e identificar pontos de convergência.

Armando Monteiro e Mauro Vieira, pelo lado brasileiro, e Penny Pritzker, pelo lado norte-americano, assinaram um memorando de entendimento sobre infraestrutura. O objetivo é acompanhar as oportunidades de investimentos no setor de infraestrutura nos dois países para incentivar investimentos bilaterais.

Encontro com empresários
Nos EUA, Monteiro participou ainda de encontro na U.S. Chamber com mais de 30 empresários brasileiros e norte-americanos. Segundo Monteiro, houve um diálogo franco sobre os desafios enfrentados pelo país, e os empresários demonstraram confiança no Brasil e uma visão de longo prazo.

“Ressalto minha confiança nos caminhos para a retomada do crescimento: investimento em infraestrutura, comércio exterior e reformas microeconômicas e no ambiente regulatório para melhorar o ambiente de negócios”, disse o ministro.

“Uma área em que o ajuste se completou com sucesso foi o setor externo. Tivemos uma redução expressiva do déficit, que hoje é inteiramente coberto pela entrada de capitais. Temos reservas cambiais confortáveis, que afastam a possibilidade de crise cambial. Vamos mostrar a solidez das nossas instituições na saída da crise”, conclui Monteiro.

O ministro ressaltou também a expectativa de que a troca de ofertas entre Mercosul e União Europeia aconteça em abril. Ele ainda relatou os avanços obtidos na negociação com os países da Bacia do Pacifico, com a assinatura de acordos de investimentos, automotivos, de serviços e uma adiantada negociação para acelerar a desgravação tarifária.



Voltar


BRASIL




GERAIS




adm  ABRACEX - Associação de Comércio Exterior do Brasil - Todos os direitos reservados - ©2017