Com a isenção total de tributos na importação de máquinas e equipamentos, os investimentos cresceriam significativamente a ponto de elevar o PIB?

 SIM
 NÃO

 
 

Minitro defende ajuste rápido para retornar crescimento

24/03/2015

“O clima de pessimismo que muitas vezes prevalece hoje não encontra correspondência efetiva na realidade da economia”, afirmou o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, durante lançamento da Agenda Legislativa da Indústria 2015, nesta terça-feira, na Confederação Nacional da Indústria (CNI). Para o ministro, nos últimos vinte anos, período em que a Agenda tem sido um instrumento importante de diálogo com o Legislativo, o País superou situações até mais difíceis que esta que estamos vivendo. “No final dos anos 90, por exemplo, vivemos uma crise cambial aguda, combinada com uma elevação importante da inflação. E o Brasil, com o papel construtivo de suas lideranças e do Congresso, superou as dificuldades e seguiu na trilha do desenvolvimento e do crescimento”, afirmou.


Monteiro defendeu que o ajuste fiscal seja feito de forma rápida, para promover o reequilíbrio macroeconômico e criar as condições para retomada do crescimento, com aumento da competitividade da indústria e incremento nas exportações.


O ministro destacou ainda a total compatibilidade da agenda da indústria com o momento atual da economia. A defesa feita pela indústria para o aprimoramento de marcos regulatórios, aperfeiçoamento das instituições e de redução da burocracia, disse, são estratégicas para consolidar um ambiente mais propício à retomada do crescimento da economia no futuro próximo. “Essa pauta revela o amadurecimento e a capacidade da CNI de fazer da Agenda cada vez menos corporativa, dando uma dimensão de agenda para o próprio país”, concluiu.



Voltar


BRASIL




GERAIS




adm  ABRACEX - Associação de Comércio Exterior do Brasil - Todos os direitos reservados - ©2017