Com a isenção total de tributos na importação de máquinas e equipamentos, os investimentos cresceriam significativamente a ponto de elevar o PIB?

 SIM
 NÃO

 
 

BALANÇA COMERCIAL TEM DÉFICIT DE US$ 199 MILHÕES NA TERCEIRA SEMANA DE MARÇO

23/03/2015

A balança comercial registrou déficit (exportações menores que importações) de US$ 199milhões na terceira semana de março. O saldo negativo refere-se a US$ 3,677 bilhões em exportações e US$ 3,876 bilhões em importações. No ano, a balança está deficitária em US$ 6,288 bilhões. De janeiro a março do ano passado, o déficit somava US$ 6,256 bilhões. Os dados foram divulgados hoje (23) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

A média diária (volume financeiro por dia útil) das exportações até a terceira semana de março ficou em US$ 748,7 milhões, com queda de 19,3% ante a março de 2014. A retração foi puxada pelos produtos básicos que, sozinhos, tiveram queda de 32% na média diária, por causa, principalmente, de minério de ferro, soja em grão, petróleo bruto e carnes bovina, suína e de frango.

Para os produtos manufaturados, a retração foi 8,2%, causada principalmente por aviões, açúcar refinado, máquinas para terraplanagem, autopeças, motores para veículos, motores e geradores e polímeros plásticos. Já o faturamento com os itens semimanufaturados cresceu 4,2%, em função de ferro fundido, ouro, açúcar bruto, ligas de ferro, madeira, celulose e catodos de cobre.

Nas importações, a média negociada na primeira semana de março foi US$ 766,9 milhões, com queda de 16,8% em relação à registrada para março de 2014. Houve queda nos gastos com adubos e fertilizantes (37,3%), automóveis e partes (28%), borracha (25,3%), equipamentos mecânicos (23,8%) e farmacêuticos (22,3%).



Voltar


BRASIL




GERAIS




adm  ABRACEX - Associação de Comércio Exterior do Brasil - Todos os direitos reservados - ©2017